ESTRUTURA – AÇO OU CONCRETO?

AÇO OU CONCRETO

 

QUAL METODOLOGIA DEVO EMPREGAR PARA CONSTRUIR MINHA EDIFICAÇÃO? ESTRUTURAS METÁLICAS OU CONCRETO?

E agora? Devo iniciar meu projeto. Qual a melhor solução construtiva? Aço ou concreto em minha obra?
Procurarei ser o mais objetivo possível elencando os prós e os contras de cada opção:

EMPREGO DO AÇO:

Pontos favoráveis:

– Viabilização de estruturas mais leves, sendo que em algumas situações foram observadas, com referida opção técnica, uma economia na ordem de 30% com custos de fundações.
– Aumento do espaço útil a ser aproveitado na edificação, em virtude das menores medidas das vigas metálicas em comparação com as grandes bitolas de vigas e pilares apontados nas edificações em concreto.
– Referida metodologia possibilita o emprego e dimensionamento de maiores vãos livres, implicando numa otimização de espaços e limpeza visual da edificação.
– Menor tempo para a conclusão final do empreendimento, destacando-se que trabalhos em paralelo podem ser efetivados, pois enquanto os serviços de fundação vão sendo realizados, a fabricação das estruturas estarão sendo efetuadas nas instalações do fornecedor.
– Alta precisão, pois os desvios das dimensões da edificação em aço são praticamente nulos, se comparado com vigamentos em concreto.
– Otimização de toda a logística que envolve uma edificação (transportes, carga e descarga, organização no canteiro, etc)
– Menor emprego de m.obra no canteiro de obra, o que reduz significamente os custos com o pessoal e os inerentes riscos de acidentes.

Pontos desfavoráveis:

– Devido à rapidez da montagem das estruturas, a velocidade de desembolso dos recursos financeiros também deverá ser maior por parte do investidor \ proprietário da obra.
– Resistência por parte de alguns técnicos pelo fato de não estarem familiarizados com tal solução técnica. Até porquê referida solução ainda se encontra em fase de difusão no Brasil, comparando-se ao EUA (por exemplo). Neste caso específico nos referimos a superestruturas de edifícios.
– Ligeiro aumento nas taxas de seguro, haja vista que pilares de concreto estarão menos suscetíveis ao fogo no caso de incêndio do imóvel.

EMPREGO DE CONCRETO:

Pontos favoráveis:

– Possível redução do valor do seguro do imóvel, notadamente se os pilares forem de concreto.

Pontos desfavoráveis:

– Peso próprio elevado de todos os pilares \ vigamento.
– Necessidade do aumento de m.obra no canteiro da edificação com todas implicações negativas.
– Exigência de um maior espaço no canteiro de obras para recebimento dos materiais envolvidos, com sérios transtornos no trânsito local (caminhões de areia, cimento, betoneiras, guindastes (no caso de concreto pré fabricado), etc.
– Maior prazo de execução da obra.
– Maior acúmulo de entulho no canteiro de obras.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Se analisarmos pontualmente o custo isolado da estrutura metálica “versus”  estrutura em concreto, verificaremos que o custo deste último se mostrará inferior. Porém se analisarmos os custos \ prazos da obra em sua totalidade verificaremos uma vantagem para o emprego do aço na estrutura da edificação.
Entretanto,  cabe-nos avaliar que as características, particularidades, bem como metodologias e critérios de cada construtor  são ímpares para cada empreendimento a ser executado. Não desejamos em hipótese alguma afirmar categoricamente que para todo empreendimento a solução em aço será sempre a mais vantajosa. Com certeza,  haverá situações em que poderá ocorrer um “empate técnico”, notadamente se a edificação for de pequenas dimensões.

GOSTARIA MUITO DE RECEBER SEU COMENTÁRIO E\OU SUGESTÕES ACERCA DO PRESENTE ARTIGO. AGUARDO O SEU CONTATO !!

 

Opa! Aqui é o Paulo